logo nome fotografado

Sonhadores

Se o ensaio Perímetro trata de discutir a necessidade de resistência pela hostilidade do mundo atual, em sonhadores exploramos as possibilidades futuras, o mundo que precisa ser reerguido após superarmos o tempo da barbárie e da pandemia. A cura é sonhada na natureza, na coexistência pacifica e na arte.

Mais do que desejos latentes, sonhos também são compensações imaginárias que buscam o equilíbrio e a sanidade psíquica. Espaço de liberdades onde se experienciam as vontades suprimidas pela existência moldada pelo ambiente social.

Por esse caminho exploramos o imaginário dos sonhos, a partir da evocação provocada por cenas ondes personagens, aparentemente, dormindo tenham manifestos em seu corpo elementos simbólicos. As cenas estão em torno de aspectos de imobilidade do corpo e das experiências imaginárias irracionais que os sonhos proporcionam. Os sonhos dão visualidade à consciência das coisas não admitidas, a partir de um simbolismo débil.

O processo fotográfico utilizado é o Colódio úmido, a técnica centenária é realizada a partir da mistura de certos químicos que são derramados sobre um pedaço de vidro e então levados até a câmera, tendo depois que ser revelados imediatamente. Nesse processo, a captura da imagem ocorre por meio de uma longa exposição, onde a imobilidade do objeto fotografado determina a nitidez e definição da imagem. As cenas deste projeto são cortadas na altura do peito, dorso nu. O personagem está sempre recostado, com os olhos fechados e envolto ou encoberto com algum elemento inabitual que foge do corriqueiro (estrelas, borboletas, cogumelos, ventosas, plantas trepadeiras, favos de mel, insetos, etc). As cenas em colódio possuem pouquíssima profundidade de campo (áreas de foco), por isso os elementos anteriores e posteriores ao plano focal têm aspecto borrado, produzindo imagens incertas e estranhas à forma que o olho naturalmente vê, mas imagens, de certa maneira, familiares ao que nossa mente produz e nos mostra enquanto dormimos, imagens semelhantes às fotografias do nosso inconsciente.

Conteúdo protegido por Direito Autoral.

error: Content is protected !!